Uma banda que rompe paradigmas

Um grupo de jovens autistas, que moram no Distrito Federal, formaram uma banda voltada para o rock’n’roll e estão arrasando nos shows.

Chamada de Timeout ( Tempo fora ), a banda interpreta clássicos do rock como: Pink Floyd, Legião Urbana, Oasis, Mamonas Assassinas, AC/DC, Capital Inicial e agora estão começando com músicas autorais.

Segue videos do ensaio: 

 

A banda é formada pelos vocalistas: Ivan Madeira, João Daniel Simões e João Gabriel; o guitarrista Thiago Carneiro; o baixista Marcelo Bacelar; o baterista João Henrique Lopes e o tecladista Matheus Winkler, eles têm entre 13 e 22 anos e rompem paradigmas demostrando seu desempenho nos palcos. Normalmente  fazem suas apresentações em eventos e pubs no Distrito Federal, os garotos demonstram que gostam do que estão fazendo.

O psicólogo Paolo Rietveld, o idealizador da Timeout, afirmou:

 Usualmente, pessoas com autismo são subestimadas, infantilizadas e colocadas em um lugar de exclusão, diferenciadas das pessoas consideradas “normais”. Acreditamos que a banda é uma verdadeira transgressão social nesse sentido.

A banda foi criada em setembro de 2017, dentro do Instituto Ninar. Paolo logo percebeu que os meninos tinham habilidades musicais.

O nome significa um “tempo fora” de todos os termos e técnicas da terapia tradicional. O momento em que os meninos se preocupam apenas em se divertir fazendo o que gostam. E logo quando começaram a acontecer os ensaios e as apresentações as mudanças no comportamento dos garotos e de seus pais eram perceptíveis.

Além disso o Paolo destaca:

 Vemos a autoestima deles crescer a cada dia, nascer um objetivo de vida e sensação de terem achado um lugar no mundo. João Henrique, nosso baterista, diz que foi a oportunidade que teve para se sentir realizado fazendo o que gosta. Os pais estão cada dia mais engajados e participativos.

Recentemente, no dia 22 de julho, a banda se apresentou no maior evento de motos da América Latina: o Brasil Capital Moto Week. Lá o pessoal da banda curtiu muito e no final choraram de emoção, passaram uma energia que surpreendeu a todos. Vai ser incrível ver até onde esses meninos irão chegar.

Fontes:

https://bit.ly/2NcuFrl

https://bit.ly/2PyoEa4

https://glo.bo/2LHsuLH

Curtiu o post? Dê dicas do que você gostaria que falássemos aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *