Amizade, um fator importante para o autismo.

Desde a nossa infância nós crescemos e aprendemos sobre a vida com nossas amizades. Nossas interações sociais nos tornam parte da sociedade, transformando nossa maneira de interagir com o meio e com as pessoas.

Uma das maiores preocupações dos pais quando se deparam com o diagnóstico de TEA é sobre o futuro de suas crianças. Questões como: Conseguirão trabalhar? Ter Amigos? Um Relacionamento? Filhos? Essas questões podem ser respondidas com um grande SIM, mas somente se conseguirmos estimular o relacionamento social desde a infância.

O valor das amizades contribui muito no desenvolvimento infantil, muitas das habilidades cognitivas e adaptativas são aprimoradas na fase inicial da vida durante o convívio com outras crianças. Mas não depende só do autista, é preciso que haja uma conscientização do corpo pedagógico para aproximar as crianças, visto que a sala de aula é o ambiente fundamental para os pequenos estabelecerem relações de amizade. A professora deve exercer um papel importante nesse processo de amizade, pois ela que induz as atividades realizadas em grupo.

Resultado de imagem para amizade criança

Logo, tendo em vista o que foi dito, nossas amizades tem um papel fundamental. Os benefícios que elas e nossas interações sociais trazem para nosso desenvolvimento são essenciais. Além das habilidades cognitivas e adaptativas serem desenvolvidas, a experiência de vida irá ajudar nas futuras situações que iremos nos deparar.

Fonte:

https://bit.ly/2V14h7t

https://bit.ly/2UVbVQx

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *