Autismo e o desafio na alimentação

É fato que a maioria das crianças são bem seletivas em relação aos alimentos que consomem, uma das causas disso é porque o paladar não está totalmente desenvolvido. Já crianças autistas são ainda mais seletivas, elas mantem um padrão de comportamento restrito e repetitivo que é refletido na hora de comer. Neste post vamos falar um pouco sobre as dificuldades de alimentação da criança autista.

Seletivo ao extremo

Uma das principais dificuldades é ser seletivo ao extremo, chegando muitas vezes a se alimentar de um só alimento nas três refeições do dia.

Questão sensorial

Textura, sabores, cores e cheiros são alguns elementos sensoriais que podem fazer com que as crianças comam algum alimento ou evitem.

Preferência em alimentos industrializado

As crianças muitas vezes têm preferência em alimentos industrializado como biscoitos recheados, salgadinhos, iogurtes e fazem deles seus únicos alimentos.

Cozinha foto criado por freepik – br.freepik.com

Aversão a mudança

Para uma criança autista as mudanças são sempre desafios a serem superados, no aspecto da alimentação também temos essa dificuldade a ser enfrentada.

Lembrando que uma boa alimentação precisa ser balanceada para levar os nutrientes necessários e tornar o crescimento da criança mais saudável, e para contornar essas dificuldades você pode, aos poucos, ir mostrando os diferentes tipos de comida, chamar o pequeno para prepara-las em conjunto e deixa-lo experimentar coisas novas no tempo dele.

 

Fonte:

https://bit.ly/2zolvCV

https://bit.ly/2ZmRJOc

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *