Pai de um filho autista descobre que também tem o transtorno

Ter um diagnóstico é essencial para esclarecer dúvidas do porquê a pessoa agia diferente, e para Fulvio Pacheco não foi diferente. Aos 40 anos ele descobriu ter a forma mais branda do autismo, chamada de Síndrome de Asperger.

A história de Fulvio ganhou grandes proporções após uma entrevista com Marcos Mion que foi exibida no instagram.

Certo dia o quadrinista, que mora em Curitiba, foi acompanhar seu filho Murilo em uma consulta ao médico. Nessa consulta o médico deu o laudo que o pequeno tinha autismo e falou algumas das características que conseguiu identificar nele. Fulvio ao ouvir o que o médico falou percebeu grande semelhanças com algumas características do filho.

Após 6 meses fazendo o processo de observação clínica do comportamento foi descoberto que Fulvio tem síndrome de asperger, um autismo mais moderado.

“Eu sempre me achei esquisitão, quando criança eu não passava na escola com a média, eu tinha dificuldade.” 

“Meu grau de autismo é leve, não é nada que as pessoas olhem e digam que eu sou, mas hoje tenho a resposta para muito dos meus problemas. Descobri que meu pai também tem autismo, embora ele acredite que não”.

Depois do diagnóstico Fulvio se aprofundo no tema autismo. Como quadrinista ele fez uma série de tirinhas onde desmistifica de maneira descontraída e conta suas experiências sobre o autismo.

Fonte:

https://bit.ly/2kyaRWr

https://glo.bo/2mdvzeC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *