Análise de tarefas (Task Analysis)

Uma das principais estratégias comportamentais utilizadas no treino de AVDs recebe o nome de Análise de Tarefas (Task Analysis). Esta estratégia garante o sucesso da criança e o reforçamento a cada etapa cumprida, tornando o aprendizado mais motivador e menos custoso do que se tentarmos ensinar a atividade inteira de uma só vez.
Por exemplo, num treino da tarefa de escovar os dentes devemos, primeiro, dar as ajudas necessárias para a criança abrir a pasta de dentes e, assim que ela fizer isso, já reforçamos esta resposta. Depois, ajudamos a criança a colocar a pasta na escova e, então, reforçamos esta resposta, e assim por diante.

Para as crianças autistas, entretanto, as consequências naturais de cada resposta não serão suficientes para fortalecer a resposta anterior e nem lembrar da próxima resposta. Por isso, é necessário utilizar reforçamento arbitrário, por exemplo, sempre que a criança fizer algo adequado (como retirar uma peça de roupa, com ou sem ajuda) devemos elogiá-la muito (reforço social) e associar o seu comportamento com algo que ela goste ou se interesse (um carrinho, uma música, um vídeo, etc). Esta ação positiva aumenta a chance do comportamento correto se repetir no futuro.

Após o reforçamento, o adulto deve retirar o reforçador e combinar com a criança que ela o ganhará de volta assim que cumprir a próxima etapa da tarefa (próxima resposta da cadeia). Com isso, a atividade torna-se prazerosa e a criança vai adquirindo autonomia.

As pistas visuais, ou seja, fotos de cada resposta que compõe a cadeia para a criança ir acompanhando durante a execução, são muito úteis! (falaremos mais sobre isso na quinta-feira).

 

Fonte:

https://bit.ly/2OJxL9g

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *